09/01/2017

Plastic Mouth || Outfit

(X)
(A ver se não perco a "pedalada" relativamente a outfits... Mas isso só é possível graças às minhas amigas, que tornam isto ainda mais divertido de fotografar! Thank you, girls!

Este foi o look que usei no ultimo sábado. Que começou com a torradinha do costume, até que depois de almoço decidimos fazer uma visita espontânea a Tavira. Ri tanto, mas tanto!

Relativamente ao conjunto, cá está MAIS UMA MOCHILA! Desta vez, prateada. Esta é capaz de ser a mala mais "tcharan" que tenho, e adoro-a de morte! (Mais especial é, porque foi uma prenda de uma grande amiga.) Neste dia apeteceu-me adoptar um look mais "grunge", se é assim que lhe posso chamar... Epáh, look à la TUMBLR. Prateado, chokers... E não seria "eu" se não espetasse aqui uma cor estranha - lábios cinzentos.

Casaco e Calças - Stradivarius (old) | Malha - Primark (old) | Calçado - Vans
Mochila - Stradivarius (nova colecção) | Choker - eBay | (lipstick - mac "Deep Rooted")

08/01/2017

I'm GRATEFUL Challenge || Photography


Em Dezembro propus-me a fazer um pequeno desafio fotográfico. Não fiz no Insta do blog, fiz no meu Instagram pessoal (aqui). Já andava para fazer um desafio fotográfico há algum tempo, mas as ideias, e verdade seja dita - a vontade, não vinham. Até que decidi contrariar a preguiça e procurei ideias ao Pinterest. Acabei por pegar num cujo o nome é "Gratitude Challenge". No entanto cortei o desafio pela metade e montei-o à minha maneira.. Peguei em 15 de 30 "pontos" e siga desafio! 

Deu para perceber que não é pêra doce este tipo de coisa. Eu nem tinha de tirar uma fotografia todos os dias,  por isso tiro o chapéu a quem se propõe ao desafio de 365 fotos. Daum! Mas gostei do pequeno desafio. Fui obrigada a pensar um bocadinho, e acabei percebendo que tenho é de me sentir grata todos os dias!

Este ano quero mais desafios destes, quero fotografar mais ainda - seja em que formato for!
E vocês? Algum desafio que queiram fazer este ano?

03/01/2017

Querida Alice || Personal


- 2 Janeiro de 2017

Querida Alice,

Espero que faças de 2017 um ano do caraças também. Certo que não temos objectivos definidos para já (só tens algumas notas soltas), mas já sabemos que Janeiro é o nosso mês para reiniciar e pôr a cabeça em ordem… Mas quem sabe se não te dá um 'vipe a meio do ano e dás uma volta de 360º? Já sabes que o Verão também prega sempre das suas. 

O ano não começou como querias é verdade. Mas mais dia menos dia, e dás a volta por cima. Agora não temos a certeza, parece impossível (é normal), mas acredito que tudo correrá bem. 

Pega em ti e sai da terrinha se for preciso. E mesmo que não seja, falas tanto de ir ao PortoJá foste a Lisboa sozinha mulher, mais umas horinhas no alfa e acabas no norte. Pega nas tuas amigas e leva-as também! Sozinha ou acompanhada das tuas pessoas, de certeza que vais gostar. 

Aceita de novo a espontaneidade! Viste o bem que te fez o ano passado. Procura ultrapassar o horror que tens à adrenalina. Preenche os dias de descanso, aprende algo novo. Fotografa mais ainda! Agarra na Saki e enche a tal grelha que tens na parede com fotografias, e álbuns também. Alinha em novos desafios fotográficos. Até porque gostámos muito do outro, e vê se adiantas o tal diário fotográfico que comprá-mos.

Mata saudades sempre que as tenhas, ultrapassa essa timidez de uma vez por todas e enche de carinho as tuas pessoas. Esquece o medo e diz o quanto elas são importantes para ti. Mas espero também, que aprendas a fazer falta. Sai de cena quando for preciso. E caso seja, certifica-te que ao sair, fechas bem a porta. És capaz de passar um mau bocado, mas segue o teu instinto. 

Não te conformes. Se não estás feliz segue outro caminho. Não temos vindo a melhorar no nosso amor próprio, para num segundo, achares que merecemos menos. Não se pode agradar a toda a gente. E defende-te com unhas e dentes. Vê se aprendes a dizer não de uma vez por todas. 

Continua a amar de coração inteiro. Nunca foste de gostar pela metade, não é agora que vais retrair-te. Não tenhas vergonha disso. Claro que demonstrá-lo é difícil, mas sentimos com intensidade. Nesse aspecto nunca tivemos medo.

Continua a rir como tens rido sempre, e quem não gostar do teu humor, pois olha temos pena. Continua a rir das piadas secas, do vídeos virais que ninguém entende mas que tu morres de riso. Ri, sempre. 

Descobre ainda mais musica, e tenta ir pelo menos a dois concertos. Ouve música todos os dias, mesmo quando não queres – ouve a tua "jam" nos teus piores dias.

Agora é preciso é ter calma. Já sabes que tudo passa, e uma coisa de cada vez. 
Não sejas uma acelerada, que isso só faz é mal! 

E isto tudo que aqui está, lê novamente no final de 2017, sff. 

Beijinhos, 
Alice